sábado, 23 de janeiro de 2010

Up In The Air (Nas Nuvens)







We're not swans. We're sharks.

Bem, primeiro há a dizer que o meu irmão odiou. Sim, odiar, ele próprio o disse, apesar de ter passado metade do filme a dormir. A minha cunhada gostou com um encolher de ombros e a minha irmã gostou com um sorriso franco. Eu adorei. Mais que The Road e muiiito mais que Avatar (que tenho reparado ultimamente que estou a desenvolver um sentimento de repulsa cada vez que se fala nele). No meu top de filmes fica provavelmente situado no mesmo patamar de Inglorious Basterds.
Os diálogos são bestiais, inteligentes. George Clooney não é apenas um simples galã, ele está um máximo. E Anna Kendrick wow. Quanto ao argumento, fantástico também. Crítica social, solidão, e a tão afamada crise.
É claro que não foram só coisas boas. Por exemplo, a Natalie a chorar como um bebé (literalmente) foi das cenas mais dolorosas e embaraçantes. E o próprio filme era um pouco grande demais. O casamento, por exemplo, não era pior se fosse reduzido.
No entanto, deve-se ir ver sim. De 1 a 10, provavelmente 8,5.

E pronto, já chega de crítica, que ninguém quer saber o que eu acho, pois é? Pois é.

Sem comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...