domingo, 31 de janeiro de 2010

Well well


Aviso prévio: para quem não leu o crepúsculo não vai perceber nadinha do que vou dizer a seguir. Se ainda assim quiser continuar é problema seu.

Hoje tive um sonho estranho.

Quem é anti-crepúsculo vai torcer o nariz, franzir o sobrolho e abanar a cabeça negativamente, por isso preparem-se: eu era a Renesmee. Eu, que não sou loira, nem super bonita, nem tenho caracóis perfeitos. Eu, que nem sequer gosto desta personagem. Eu, que gosto muito mais do Edward do que do Jacob. A história não era exactamente igual à original: eu não era filha da Bella e do Edward, acho que era irmã dela. Disto eu não tenho a certeza. Os meus sonhos são sempre tão impossíveis e imprecisos.

E o Jacob, que realmente tinha tido impressão natural por mim, odiava-me. A terceira e última pessoa que aparecia, era Rosalie (que a príncipio pensei que fosse a Victoria). Era exactamente Rosalie que nos tentava conciliar.

E eu amava-o. De verdade. Eu corria atrás dele de cada vez que ele me lançava aquele olhar e fugia de mim. Finalmente, eu consegui falar com ele. Estávamos debaixo de uma macieira e era quase de noite. Ele não me odiava. De uma forma confusa e estranha, ele achava que eu e o Edward estávamos juntos. No final, ele dizia que me amava e beijava-me.
E puff, assim acabou o sonho perfeito.

I know, too much stupid, even for me.



1 comentário:

Débora Orrico disse...

duas palavras: PURA INVEJA.
eu bem posso bramar aos céus para sonhar com ele e não acontece, e tu que nem sequer lhe achas piada nenhuma tumbas -.- oh pá, raios parta o karma xD

deixaaa, um dia destes sonho com o Robert (o Pattinson, atenção!) e depois és tu que vais ficar cheia de inveja (a)

ly <3

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...