sexta-feira, 21 de maio de 2010

Amanhã.

E é amanhã. Amanhã. Amanhã. Gosto de dizer muitas vezes a palavra. Soa-me bem. E o que vai acontecer amanhã, R.? Não sei. Nem tu sabes. Alguém sabe? Provavelmente não. E agora? Detesto não saber o que vai acontecer. Deixa-me sempre com a ideia de não vai acontecer nada. Mas tu tens o poder de mudar isso, sabes bem, não sabes? Ufa, ainda bem. Acho que fiquei mais aliviada.

Sem comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...