sábado, 1 de maio de 2010

Expliquem-me como é que o universo/karma/destino (e acreditem que eu não sou nada destas coisas cósmicas) se juntam sempre contra mim. Sempre. Mas tipo, sempre. E não é só com aquela pessoa, é com todas. Eu fico sempre mal na fotografia. Acabo sempre por parecer uma desajeitada, uma tótó, uma excêntrica, uma distraída do pior.
Mas agora que penso, a culpa disso é minha. Não é defeito, é feitio.

Sem comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...