terça-feira, 22 de junho de 2010

ai ai

e xiça, porrinha - das grandes - que nunca mais chega dia 9. Acabam exames/audições/coisas chatas que não me fazem aproveitar o verão, o solinho, a piscina da santa terrinha e as vistas. Nem vou falar das vistas pois podia estar aqui a noite toda. É que por volta de meia hora depois de eu dizer 'é que não há aqui ninguém para se ver, nada de nada', lá apareceu o miúdo certo. Santo karma, é só pedir.

E nunca mais chega dia 9 para o vermos outra vez.

1 comentário:

Débora Orrico disse...

ai cala-te, santo miúdo pá *baba*

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...