segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Contraluz

Mau, mau, mau, péssimo, péssimo, péssimo.

Está tudo errado. A música, a história, os diálogos, os actores. Não, nem o Joaquim d'Almeida salva o barco. A única coisa que se safa é a fotografia.

Estão a ver o poster? Esta cena não acontece.

E depois a ideia até é boa. Eu gosto destas coisas de destino cruzado. Não gosto é de quando me atiram areia para os olhos e o filme é forçado. Demasiado forçado.

Sem comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...