domingo, 19 de setembro de 2010

É estranho, é horrivelmente estranho estar do outro lado da praxe. Estarmos ali de capa e batina a mandar as caloiras apresentarem-se, ou mandá-las calar, ou mandá-las fazer declarações de amor, ou mandá-las gritar ri-me, f***-me.

É estranho não ser eu que tenho de estar ali com os olhos cravados no chão, a decorar as minhas sapatilhas.

E amanhã vai ser o mais estranho de sempre. É amanhã que começam as aulas deles. Amanhã começa todo o frenesim de decorar 90 nomes e caras. Amanhã começam os berros desmesurados (com certeza não meus). Amanhã começa oficialmente o 'oh caloira!'.

Amanhã vai ser estranho. Porque eu vou estar deste lado. E já não vou ter medo. Nem raiva. Nem frustração. Amanhã um novo ano finalmente começa.

2 comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...