terça-feira, 29 de junho de 2010

Estou em modo mau humor.

Só quero dizer três coisinhas:
O Eduardo é um fofinho e o melhor guarda-redes de sempre.
O CR é mais garganta que outra coisa.
Tirem o Queiroz da selecção pelo amor de deus (a sério, tirem-no de lá).

segunda-feira, 28 de junho de 2010

E assim de repente

apercebi-me que só me falta um exame!

Quando for grande quero ser call center (ou porque é que quando telefonamos para um call center nos atendem sempre homens com voz sexy?)

Tipo ontem. Telefonei para a Lusomundo para reservar uns bilhetes e o rapaz tinha uma voz tão deliciosa. E quando foi para desligar estive mais tempo a despedir-me (vá, a dizer 'boa noite e obrigada') do que ao último rapaz em quem estive interessada. E ele ainda teve coragem de soltar uma última gargalhada. Nhami!

domingo, 27 de junho de 2010


Só para dizer que acabaste agora mesmo de me telefonar e eu não atendi. Porquê? Porque simplesmente não me apetece. E porque não me faz bem. E porque me irrita que só te lembres de mim de vez em quando, quando calha. E porque tu não mereces.

Olha o que fazes: acabei de pôr Lady Gaga no meu blog. Não é normal.
Avariaste-me.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

well, that has been time of getting over you, don't you think?

Boring!

Total de cadeiras: 6.

Cadeiras feitas por frequência: 1.
Cadeiras a que ainda tenho exame em fase normal: 1.
Cadeiras que já sei que passei na fase normal: 1.
Cadeiras cuja nota do exame ainda não saiu mas sei bem que tenho de ir a recurso: 3.

Quando isto acabar digo que é mentira, juro que digo.

terça-feira, 22 de junho de 2010

ai ai

e xiça, porrinha - das grandes - que nunca mais chega dia 9. Acabam exames/audições/coisas chatas que não me fazem aproveitar o verão, o solinho, a piscina da santa terrinha e as vistas. Nem vou falar das vistas pois podia estar aqui a noite toda. É que por volta de meia hora depois de eu dizer 'é que não há aqui ninguém para se ver, nada de nada', lá apareceu o miúdo certo. Santo karma, é só pedir.

E nunca mais chega dia 9 para o vermos outra vez.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

you have already done it.

Será que sou a única que... #5


ando com um sentido de humor estragado? Ora bem, trata-se que a D. só de pensar na seguinte piada (sim, eu já a conto) ri-se. Isso, só de pensar. E ri-se até às lágrimas. E o P. também. E eu não acho piada nenhuma. Rigorosamente nenhuma.

Ah, só mais uma coisa antes da piada: eu não sou racista, de todo. De todo, not at all. Esclarecido? Pronto, agora já posso. Cá vai (som de tambores):

'Porque é que os africanos correm mais que nós? porque quando eram pequeninos tinham que fugir das chitas!'

Ora, eu não consigo achar piada, mas sei bem que quando ela cá vier, vai-se rir outra vez. Até às lágrimas. Novamente.

7, 7-0.

Já alguma vez vos disse que tenho uma panca pelo número 7? Tenho, tenho mesmo.

E depois de hoje, ainda mais. Tão bom gritar sete vezes 'goooooolo', tão bom ver que finalmente o CR fez alguma coisinha e até jogou bem, tão bom ver o ânimo de Portugal outra vez em alta. Só falta o Brasil e um empatezinho (que eu não consigo perceber porque é que não estamos já apurados, mas eu devo ser burra porque por mais contas que faça não consigo entender) e depois já está. E juro, pensei mesmo que este ano nem sequer à África do Sul chegávamos.
Não tenho jeito para quase nada. Não tenho jeito para desenhar. Não tenho jeito para cantar. Não tenho jeito para cozinhar. Aliás, o jeito inato que a minha mãe afirmava que eu tinha para fazer doces quando tinha 13 anos evaporou-se todo - devido à falta de prática, provavelmente. Não tenho jeito para pintar unhas. Não tenho jeito para tocar um instrumento. Não tenho jeito para a costura, nem para patchwork. Não tenho jeito para tirar fotografias. Não tenho jeito - nem um dom especial como a minha mãe - para encontrar coisas. Não tenho jeito para fazer novos amigos.

Com um bocadinho de sorte, tenho jeito para representar. E é a isso que me vou agarrar nos próximos quinze dias.

domingo, 20 de junho de 2010


e, de repente descubro esta música. e não a consigo parar de ouvir. não é nova, sei bem. mas vem mesmo a calhar. valha-nos o santo karma.


La Roux - Bulletproof

this time baby, i'll be bulletproof.

amanhã

tenho exame. E não gosto. E não gosto de ainda ter de estudar 100 páginas. E também não gosto da ideia de não me apetecer ir estudar e de aqui estar. Mas com um bocadinho de sorte só falta este e mais outro. E depois, Lisboa, here i go!

SATC2

Not bad.

Sim, o encontro com o Aiden lá no meio dos Emirados Estados Unidos foi um bocado esquisito, e ainda mais esquisito foi o facto de eles depois irem jantar e a Carrie se atirar toda a ele. E já que falo na Carrie, deixem-me dizer isto: ela é tão chata. Também nunca achei o Big simpático, mas lá paciência não lhe falta.

Sim, o filme podia ser melhor, e como diz a minha irmã, graças a deus que existe a Samantha para animar aquilo. Mas podia ser pior também. E sim, o primeiro foi muito melhor. Pensando bem, não tenho grandes críticas a fazer ao filme. Se calhar foi porque não ficou cá nada.

Nota final: 7 (vá.)

Lista de filmes que eu quero (vou) ver este ano IX

Avatar. (visto (; )
Eclipse.
Up in the Air.(visto (; )
Remember Me. (visto (;)
The Time's Traveler Wife.
Alice in Wonderland. (visto (;)
A Bela e o Paparazzo. (visto (; )
Harry Potter.
The Road. (visto (; )
Valentine's Day. (visto (; )
Bright Star. (semi-visto -.-)
Shrek - The Final Chapter.
A Single Man
Toy Story 3
The Last Song (visto (; )
Greenberg
Sex and the City 2 (visto (; )

terça-feira, 15 de junho de 2010

Bichos do meu rico mundinho #11


A RP.

A RP é a típica Relações-Públicas. Anda no primeiro tal como eu, e chega a ser irritante. Faz parte do núcleo de estudantes (obviamente!) e sabe sempre quando são todos os eventos. A rapariga não faz por mal - digo eu - está-lhe no sangue.

É boa pessoa, ou, pelo menos, eu não tenho nada a queixar-me. Mas o que me faz espécie é ela saber tudo. Tem na frase do msn sempre quando são as reuniões gerais de alunos, as reuniões de caloiros, as reuniões do núcleo. É habitual vê-la vir ter connosco e o primeiro pensamento que nos ocorre é 'diz lá, que reunião é que vai haver' e acertamos sempre. Também costuma mandar e-mails do que é que é preciso para certas aulas e que trabalhos são precisos.

A última que fez, e muito contestada, foi reunir o seu grupo de amigas e convocar todos os caloiros para a reunião da nossa comissão de carro. E para quem não está bem dentro do assunto, o carro (aquele cheio de flores na queima das fitas, tipo o de cima, mas com outras cores) é só no terceiro ano.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Inspirei fundo e deixei fluir as palavras de um forma descontraída.
- Então e o que acha a M. de tu falares todos os dias comigo ao telefone?
Ele não respondeu. Hesitou, e durante esses escassos segundos amaldiçoei-me. Não devia ter perguntado. Não tinha o direito. Abanei a cabeça mentalmente. Tinha o direito sim. Se havia alguma coisa que aquele mês nos tinha permitido era o facto de eu o considerar meu amigo. E os amigos podem fazer perguntas destas, ainda que numa falsa inocência.
Então, ele finalmente falou, e acabou com os meus devaneios.
- Ela não acha nada, sabes que ela tem muita confiança em mim.
Fiquei perplexa e não consegui falar. Provavelmente deveu-se à volta que o meu estômago deu naquele meio segundo. Tinha uma resposta pronta para qualquer resposta que ele pudesse dar. Para todas, menos para aquela.

Mas podia ser pior sabes? Eu achei que ia ser pior.

É como dizem, longe da vista, longe do coração.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Apetece-me gritar. Gritar até não poder mais. Gritar até me doer. Gritar até morrer de falta de ar. Porquê logo hoje? E sabes que é estúpido, não sabes? A ironia da situação. Estragaste a minha felicidade, e não foi só de hoje, de todo o mês, em cinco segundos. Estragaste-a de forma irremediável. E não posso dizer 'que estúpida que eu fui!'. Eu não fui estúpida. Tu foste. Tu estragaste tudo. E o que me irrita, e irrita mesmo, é que não tens noção disso, e contas-me isso como se fosse outra coisa qualquer. Vai passear. Sabes que mais? Ainda bem que não vives aqui ao lado, aqui pertinho de mim. Agora vou gritar mais um bocadinho e ver se te consigo limpar daqui de dentro.

you and me could write a bad romance. - Lady Gaga

1 mês.

1 mês. 31 dias. 1 mês a falar contigo ao telefone. Todos os dias (com exepção de um, pronto, verdade seja dita). 1 mês que já se transformou em saudades. 1 mês de irritação por não morares aqui ao lado, aqui pertinho de mim. 1 mês de rir a bom rir. 1 mês de felicidade.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

férias. verão. felicidade.

Deixem-me respirar. Humm, mais um bocadinho. Só um bocadinho deste ar que se sente e que me diz que já estou de férias. Sim, eu-já-estou-de-férias. E quero lá saber 'aiai, que ainda tens exames'. Pois tenho. Mas não tenho de acordar cedo para ir às aulas pois não? Não tenho de ir todos os dias no autocarro para Coimbra a ouvir pimbalhada agressiva. Não tenho de ouvir (ou não, depende do ponto de vista vá) os professores. E não tenho de ver todos os dias pessoas desagradáveis. Por isso, deixem-me respirar este ar de férias e ouvir estas musiquinhas que só me trazem boa disposição e boa onda.

California Gurls - Katy Perry ft. Snoop Dog

sexta-feira, 4 de junho de 2010

A sério

sou eu que sou muito burra e muito old-fashioned ou isto para mim é um babygrow para adultas? É que como este vêem-se muitos mais.

da Zara.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

E o pior

o pior é que este feeling (não, não é de que a selecção vai ganhar o mundial) que se apoderou de mim não sai. O feeling de que como tão depressa esse teu interesse por mim veio, também se está a ir embora.

That awesome feeling

Quando ontem à tarde duas pessoas dizem o mais banalmente possível: "Sim, a Buu é das pessoas mais simpáticas desta empresa" A...