quarta-feira, 16 de março de 2011

saudades.

ainda bem que hoje não me respondes no skype, ainda bem que não estás no msn, nem no facebook, nem nessas invenções tecnológicas todas que inventaram para diminuir a distância entre as pessoas. ainda bem. hoje só ia servir para berrar (ou escrever com pontos de exclamação e mau humor a transparecer) que não devias ter ido para esse cu de judas e que tenho assim um milhão de saudades tuas. nem aconteceu nada, não há nada para contar, continua tudo igual por cá. não digo que seja mau - obviamente - eu estou bem como há muitos anos não estava, mas faltas-me cá tu para ter assim uma felicidade quase total. faltas-me tu e isso hoje está-me a irritar especialmente. hoje queria-te mesmo ter aqui, a uma distância de 8km que já não era nada mau. a uma distância de uma viagem na tua scooter laranja. é que já passaram 2 meses e meio e eu já estou a entrar no limite. não faço ideia como é que vou aguentar mais 5 meses. é que não faço ideia mesmo.

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...