segunda-feira, 11 de abril de 2011

love you.

impossível. digo outra vez, impossível. desta vez o meu cérebro não tem provas contra ti, não consegue encontrar nada, absolutamente nada. nunca me desiludes, nunca. nem a 1300km de distância. nem quando não precisavas. tu nunca és um suficiente, és sempre um muito bom, um excelente.
e hoje deixaste-me assim, sem qualquer tipo de aviso

2 comentários:

Dri disse...

Deixou-te com um sorriso e pôs-te a cantarolar musicas irritantes :b

buu disse...

pois fooooooi (a)

Lá vou eu, a alta velocidade

Meses a ansiar por Junho e Junho chegou. Possivelmente um dos meses mais stressantes da minha vida, onde vi as minhas maiores olheiras de se...