segunda-feira, 1 de agosto de 2011

The Tree of Life

Image and video hosting by TinyPic


Sim, claro, também tive de ir ver este. Primeiro comentário já de rajada: até parece. Ui, que aquilo é uma coisa do outro mundo, ui que é uma seca, ui que são só imagens da natureza, ui que não tem história, ui que tive de sair ao intervalo que já não aguentava mais, ui ui ui. Se por um lado tinha as expectativas muito altas porque a crítica adorou (e tal foi que ganhou a Palma de Ouro em Cannes) por outro lado vi tanto comentário a dizer mal que até tinha um certo medo. Por isso, até parece que era assim tão mau. Não era e não foi.

Não será com certeza dos meus filmes preferidos e na minha modesta opinião o filme alonga-se demais (os joelhos chegaram-me a doer um bom bocado lá para o fim do filme) tanto na parte final, como sim, nas partes ilustrativas da Natureza. Mas isso só acontece nos primeiros dez minutos, nem volta a acontecer. Não percebi de onde veio todo o exagero. É um filme simples. Não tem um grande enredo mas tem uma boa história e juntando isso aos bons actores, à boa fotografia e à excelente banda sonora chega perfeitamente para fazer um bom filme.

Eu gostei, sim.

Sem comentários:

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...