terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Preciso urgentemente de um curso intensivo

de 'como não chorar compulsivamente ao ver os seus filmes preferidos'. É que para além de o meu orgulho em ser forte perante com quem esteja a ver o filme se ir todo embora, chega a ser doloroso vê-lo até ao fim, até porque chego a uma certa altura e já mal consigo abrir os olhos com tantas lágrimas. Saí mesmo um bocado sensível em certas coisas.

por exemplo, bastam-me trinta segundos disto, e já toda eu sou um mar:

Cena de Up da Disney-Pixar


é que são mesmo fofinhos e comoventes, o raio dos bonecos. 

sábado, 24 de dezembro de 2011

Parece que é hoje...

Feliz Natal! 


(apesar de tudo, nunca me vou recompor do facto da Coca-Cola não ter tido anúncio de Natal este ano.) 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

13.

mais um, o mais difícil de todos, e cá continuamos, juntinhos, porque já não sabemos ser de outra maneira.


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

E por falar em Janeiro, podemos também falar na alegria que estes últimos meses foram, rica maneira de acabar o ano. Pior semestre de sempre, semestre do inferno é o que vos digo. Lá para Fevereiro passam-me os bocejar constantes, as olheiras enormes, o facto de ter coisas bonitas como duas apresentações e uma frequência no mesmo dia, e mais coisas assim engraçadas que aconteceram desde Setembro. Foi mau, muito mau. Lá para Fevereiro o sorriso volta, pelo menos gosto de acreditar que sim.
Pois que acabei de dar uma olhada mais séria ao meu calendário de exames e tive um belo baque. Janeiro vai ser uma boa maneira de começar o ano, oh se vai.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Então que é assim

dentro de minha casa está tanto frio que eu torro pão, ponho manteiga e ela derrete. Passados trinta segundos já voltou a solidificar.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...