segunda-feira, 23 de julho de 2012

Do espírito de sacrifício

O meu plano A de vida é muito fluido, e escorrega-me por entre os dedos. Por isso, decidi que tinha de ter um bom plano B, estupidamente sólido que nem uma rocha. É que eu podia muito bem estar na praia, na piscina ou em casa a procrastinar... mas continuo a levantar-me todos os dias para ir para a universidade fazer um estágio de verão num sítio que é pior que uma sauna. São quinze dias agora e mais outros quinze em Setembro e é para o meu bem, mas valha-me Deus, custa tanto!

2 comentários:

Jude disse...

Quando fazemos estas escolhas temos de pensar no que valerão no futuro. Custa, mas um dia vais agradecer a ti própria teres-te obrigado a isso!:)

'stracci disse...

Há que fazer sacrifícios, para nos diferenciarmos. Não está mesmo nada fácil iniciar uma carreira, mas isso já toda a gente sabe... Aguenta que vai, certamente, valer a pena!

Lá vou eu, a alta velocidade

Meses a ansiar por Junho e Junho chegou. Possivelmente um dos meses mais stressantes da minha vida, onde vi as minhas maiores olheiras de se...