sábado, 23 de fevereiro de 2013

A veia de cusca que há em mim revelou-se, esta noite, em sonhos

Hoje sonhei que eu e as minhas amigas (as mesmas que vieram visitar-me o fim-de-semana passado) fazíamos parte de um gang bastante organizado. Corríamos várias casas, e em cada uma delas matava-mos quem lá estava dentro - sinceramente não sei porquê. Enfim, repetimos a façanha várias vezes até que fomos apanhadas.

Quando chegámos ao tribunal estava lá mais uma série de gente que afinal também pertencia à mesma organização que nós mas que não conhecíamos. Estava lá também o cabecilha do super gang: um tipo da minha terrinha com quem eu não falo mas que é um asco de pessoa.

A maior parte dos acusados recebeu a pena de prisão perpétua (sim, eu sei que em Portugal não há, mas eu estava a sonhar por isso desculpa-se tudo) menos ele. Ele foi o único que recebeu a pena de morte por enforcamento.

Agora senhores, sabem qual foi o primeiro pensamento que me passou pela cabeça ao ouvir a sentença?

- Ora bolas, assim ele vai deixar de escrever no blog dele!

o tipo nem escreve nada de especial, mas é engraçado lê-lo nem que seja para saber quem foi a última conquista dele. i rest my case.



1 comentário:

Maria disse...

Alguém da terrinha, rapaz, que escreve um blog??? Porquê que eu não sei de nada? :o

That awesome feeling

Quando ontem à tarde duas pessoas dizem o mais banalmente possível: "Sim, a Buu é das pessoas mais simpáticas desta empresa" A...