E depois há ensaios que correm melhor que outros

como na quarta, mesmo antes de irmos embora, em que o P. se sai com um:

- tu, tu...

- opá, eu sei que me esqueço sempre de pôr as mãos para baixo, mas o que é que queres, está frio e estou há quatro cenas lá trás parada, e isto de estar de saia não ajuda nada, por isso cruzar os braços é instintivo, mas agora na repetição já os meti para baixo logo ao início! - disparei eu, sem o deixar falar.

ele faz uma cara confusa e responde, num suspiro:

- hã? nada disso. é só que és... linda.

e eu embasbaquei, corei e babei. e depois disse uma data de babuseiras umas atrás das outras.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Run forrest run

but life still goes on.