domingo, 2 de fevereiro de 2014

É certo como o destino (drama feminino)

sempre que vou cortar o cabelo, detesto ver-me. Descobri o corte certo para mim há uns dois ou três anos e desde aí que corto sempre igual, mas passo sempre este tormento. Detesto sempre. Rogo pragas à cabeleireira - onde corto o cabelo há quase dez anos - e digo que nunca mais lá volto. Mas passado cerca de uma semana o cabelo habitua-se ao novo corte e fica lindinho, começa a crescer e fica como eu queria. Adivinhem: cortei-o ontem.

2 comentários:

Indigo disse...

Eu também não gosto de ver o meu cabelo depois de cortado... Mas depois habituo-me.

agatxigibaba disse...

Acho que só fiquei mesmo satisfeita da última vez, o que até me admirou pois foi o maior corte dos últimos dez anos. Acho que nem tem a ver com o corte em si, é mesmo connosco :)

Constantemente dividida

Entre querer que chegue a setembro para começar o mestrado e ter novidades na minha vida e querer que o verão não passe porque é a minha alt...