quinta-feira, 20 de julho de 2017

Nada que uma boa noite de sono não resolva

Chegou a terça-feira e tinha uma dor de cabeça horrível e sentia um cansaço generalizado. O meu corpo estava a suplicar-me para parar de martelar e pensar em tudo vezes sem conta. Nessa noite dormi como há muito que não dormia.

Quarta-feira chegou e senti a cabeça fresca, voltei a sorrir e a rir, o dia passou com leveza e tomei uma decisão: primeiro, a minha vida não é um drama. Segundo, se não gosto dela tenho de a mudar, racionalmente e sem panicar pelo caminho. Portanto, aí vou eu para um mestrado em gestão que até são só umas horas em dois dias durante um ano (o segundo será tese) e que vai passar rápido. A partir do momento em que esteja inscrita consigo atualizar o meu cv, que enriquece automaticamente, e sair desta empresa mais facilmente. Para já, vou tentar sair até ao Natal, mas se não conseguir, pelo menos até ao próximo verão.

Agora que um problema está praticamente resolvido, é tempo de passar ao outro, que se adivinha mais complicado: resolver de uma vez por todas aquilo que sinto e esta trapalhada em relação ao H.

3 comentários:

м♥ disse...

vÊs? Tudo se resolve!

Buu disse...

Obrigada M. por estares sempre desse lado! :)

ovelha negra disse...

vai com calma! não há pressas! :)

Aos 25

Passei a meia-noite de 7 em Budapeste com uma das minhas melhores amigas e foi o melhor dia de anos de sempre. Entre almoçar McDonalds e jan...